Exagerou com chocolate na Páscoa? Veja quais chás ajudam a desintoxicar

Exagerou com chocolate na Páscoa? Veja quais chás ajudam a desintoxicar

A Páscoa está se aproximando e com certeza é a época mais doce do ano. São muitas escolhas que vão desde o chocolate preto, branco, crocante, ao leite, amargo e por aí vai! Mas o que poucos sabem é que o excesso de chocolate pode fazer muito mal ao organismo.

Mas não se preocupe, você pode comer seu chocolate com a família, com os amigos, com os filhos sem nenhum problema, mas lembre-se daquele chazinho especial depois de toda a guloseima para ajudar a desintoxicar.

O assunto de hoje é para falarmos sobre as opções de chás que são aconselháveis para preparar depois daquele almoço, jantar e dos ovos de chocolate com a família no feriado de Páscoa.

E quem acaba sofrendo com a ingestão de tanta comida, especialmente do chocolate? O fígado, é claro! Então fica ligado nessas dicas de preparos de chás diuréticos.

O chocolate

Chocolate tem benefícios, mas não em excesso

Antes de falarmos sobre os chás que vão lhe ajudar após o excesso de doces, não veja o chocolate como um verdadeiro vilão. 

No mundo todo o chocolate é celebrado em uma data, no dia 7 de julho. Ele tem, inclusive, na sua composição o “hormônio do prazer”. Ou seja, ao ingeri-lo estimula a produção de endorfina.

O chocolate ajuda a combater o estresse e o mau humor. E que mulher na TPM (Tensão Pré-menstrual) que não come aquele pedacinho de chocolate, não é mesmo?!  Isso porque ele é fonte de triptofano, um aminoácido essencial que não é produzido naturalmente pelo organismo.

É também um alimento que melhora aspectos cognitivos, estimulando o raciocínio e a atenção. Tem ação termogênica, contribuindo para a perda de peso e, por incrível que pareça, o chocolate tem substâncias que reduzem o colesterol ruim (LDL). 

Lembre-se que tudo o que for em excesso é prejudicial ao organismo. Mas se mesmo assim você abriu uma exceção para a Páscoa, veja quais chás poderão lhe ajudar na digestão.

Chá de hibisco

Chá de hibisco é bastante diurético

O hibisco é um poderoso diurético, capaz de combater prisão de ventre e reduzir os níveis de colesterol ruim (LDL). 

Além desta ação protetora no fígado, o chá de hibisco também é muito utilizado para eliminar vícios e aumentar a concentração.

Para preparar este chá, ferva 300 ml de água e quando começar a levantar fervura, deve-se apagar o fogo e em seguida acrescentar duas colheres de sopa de flores de hibisco, preferencialmente da Vemat. Hoje, as opções são a granel, solúvel ou sachê. Depois disso, tampe o recipiente e deixe repousar por pelo menos 10 minutos.

Leia mais sobre o chazinho de hibisco AQUI.

Chá de erva-doce

Um chazinho de erva-doce também é excelente para quem exagerou com o doce. Essa erva tem ação diurética, sendo utilizada para purificar e desintoxicar o corpo. 

Ou seja, é indicada para aliviar gases, náuseas, prisão de ventre, cólicas e a tão destemida má digestão.

As sementes da erva-doce tem sabor adocicado e aroma intenso. Para preparar esse delicioso chá, basta colocar 2 colheres de sopa da semente de erva-doce em uma panela e acrescentar 500 ml de água fervente. Deixe a panela tampada por pelo menos 10 minutos. 

Depois é só apreciar essa bebida.

Chá de boldo

Já diziam os antigos que chá de boldo é que nem santo milagreiro. E é quase isso porque ele não auxilia apenas o fígado, mas também é muito indicado para agir contra males e distúrbios do trato digestivo, manifestações reumáticas e inflamações urinárias. 

O chá de boldo é considerado um poderoso antioxidante. Nós temos inclusive um post que falamos só dele. Clique AQUI para saber mais!

E, para você aproveitar todos esses benefícios dessa poderosa planta, 1 folha do boldo deve ser disposta na água já fervente, deixando a mistura abafada por cerca de 10 minutos. A quantidade de água pode ser de 2 copos americanos. Espere amornar e aprecie o paladar e o aroma do boldo.

Chá de alcachofra

A alcachofra é tipo uma iguaria. Para chás, a parte mais utilizada é justamente a flor da planta. Mas, para fazer o chá, o caule e a raíz também entram no processo.

Por ser uma poderosa opção para a desintoxicação do organismo, a alcachofra tem propriedades protetoras e regenerativas do fígado. É comumente utilizada como medicina alternativa para a prevenção de doenças como hepatite, diabetes, insuficiência hepática e o sobrepeso.

Veja os 4 benefícios da alcachofra neste POST que já foi publicado aqui no blog.

Para esse chazinho, coloque as folhas da alcachofra (1 colher de sopa) em uma panela com a água já fervendo (cerca de 1 xícara apenas) e deixe a mistura ferver por mais 5 minutos. Coe e sirva. Se achar necessário, você pode utilizar um pouco de mel ou stevia para adoçar.

Gostou das dicas? Então agora você já sabe, se exagerou no chocolate, corre para preparar os chás da Vemat que logo logo o mal estar passa. Continue acompanhando nosso blog assinando nossa newsletter ou siga-nos nas redes sociais.

Até a próxima e boa Páscoa!

Comentários

Este site usa cookies para melhorar e personalizar sua experiência com nossos conteúdos e anúncios. Ao navegar pelo site, você autoriza a Vemat a coletar tais informações e utilizá-las para estas finalidades. Em caso de dúvidas, acesse nossa Política de Cookies.